Anúncios


Milhares de pessoas lotaram nesta quarta-feira (22) o ato ‘ O Maranhão não pode parar’, que reuniu apoiadores das pré-candidaturas de Lula (PT) para presidente, Flávio Dino (PSB) ao Senado, e de Carlos Brandão (PSB) e Felipe Camarão (PT), respectivamente, pré-candidatos a governador e vice-governador do Maranhão.

Realizado no barracão da Escola Favela do Samba, em São Luís, o ato, organizado pelo vereador Beto Castro (PL) ratificou o volume da chapa Lula/Dino/Brandão/Camarão na capital maranhense.

Internado em São Paulo, onde ainda se recupera de um procedimento cirúrgico para retirada de um cisto renal, o governador do Maranhão, Carlos Brandão, enviou uma mensagem em vídeo, onde explicou o porquê do nome do evento.

“Este é um evento que nós estamos fazendo por todo o estado para mostrar o que a gente fez durante esses sete anos. O governador Flávio Dino, o governador Brandão, durante esses sete anos levaram grandes conquistas ao nosso estado, como a construção de novos hospitais, Policlínicas, a construção de Restaurantes Populares, a construção de hemodiálises, a construção e reforma de Escolas Dignas e os IEMAs, foram conquistas extraordinárias, por isso que o nome é O Maranhão Não Pode Parar”, frisou Brandão.

Aclamado pelo público, o ex-governador Flávio Dino usou a palavra para lembrar como foi decisivo o apoio que recebeu do então vice-governador Carlos Brandão, para que o Maranhão atravessasse o período mais crítico da pandemia de Covid-19, como o estado brasileiro com o menor número de óbitos decorrentes da doença.

“Hoje o Brasil inteiro diz e reconhece: o melhor combate ao coronavírus no Brasil foi o do Maranhão, o lugar onde menor morreu gente, onde mais se abriu hospital. Dou um exemplo aqui pertinho para vocês. O Genésio Rêgo é um hospital antigo, quando começou a pandemia o quê que a gente fez? A gente botou leitos, botou UTI e milhares de pessoas entraram deitadas em uma ambulância e saíram andando com a graça de Deus. E quem é que fez esse trabalho? Quem estava do meu lado era o vice-governador Carlos Brandão, me ajudando de manhã, de tarde e de noite. Quando a gente tira um jogador a gente procura alguém que jogue parecido e o Brandão é do nosso time”, enfatizou Flávio Dino.

*Legado na educação*


O ex-secretário de Educação e pré-candidato a vice-governador, Felipe Camarão, destacou as inúmeras obras educacionais entregues durante a gestão Dino

“Quem anda por São Luís olha obra do Flávio Dino por todo lugar. Eu tenho certeza que muitos filhos e filhas, netos, sobrinhos e afilhados de vocês estuda hoje em uma Escola Digna feita por nós”, reforçou Camarão.

O ex-secretário de Educação ressaltou ainda, outras políticas públicas implantadas durante o governo Dino/Brandão que entraram para a história do Maranhão, citando como exemplos, as Policlínicas, os inúmeros Restaurantes Populares e as dezenas de escolas em tempo integral.

“Este é o presente e é este o futuro que eu quero para a minha cidade, para minha casa, para os meus filhos e para os meus netos. É por isso que nós vamos vencer as eleições. Basta vocês compararem se é esse o Maranhão que vocês querem. Este é o X da questão. Lula, Brandão, Dino e Camarão, esse é o time da vitória, porque é o time que trabalhou e trabalha”, enfatizou Camarão.

*Reconstrução do Maranhão*

Beto Castro (PL), apontou em seu discurso o processo de reconstrução do Maranhão que foi capitaneado por Dino, e que segue em continuidade com a gestão Brandão.

“Nós sabemos que cada um que está aqui representa um pouquinho do nosso Maranhão. Esse Maranhão que um dia já foi muito defasado, humilhado, muito roubado, mas que hoje está dentro de um processo de reconstrução. Essa reconstrução partiu desde o início com Jackson Lago, se estendeu com Flávio Dino, e agora nós precisamos dar continuidade com o Carlos Brandão”, finalizou o parlamentar.

Anúncios