O Sampaio Corrêa venceu na tarde deste domingo (27) o São José por 1 a 0 no Estádio Castelão, em São Luís, pela semifinal do primeiro turno do Campeonato Maranhense de Futebol 2022.

Com o resultado, o Sampaio enfrentará o Moto Club em partida única, em data a ser confirmada pela Federação Maranhense de Futebol (FMF).

Partida

Dentro de campo, o que se viu foi um time com carências, principalmente na armação de jogadas e ainda dependente das jogadas individuais, principalmente do meia-atacante Pimentinha, escalado como titular.

Além dele, outros atletas considerados do time principal do Sampaio também foram escalados, casos de Joécio, Nilson Júnior, Ferreira, dentre outros.

No primeiro tempo, até os 25 minutos de partida, o Sampaio – ainda que sem o volume ofensivo ideal – foi mais perigoso do que o “Peixe Pedra”, comandado por Dejair Ferreira, e que apostava nos contra-ataques.

A primeira jogada do Sampaio foi aos 6 minutos de partida com o Joécio. A cabeçada, livre de marcação mas mal executada, foi para fora.

Depois, aos 15 minutos da primeira etapa, foi a vez de Gabriel Poveda sem marcação. Ele demorou para finalizar e a marcação do São José cortou o perigo.

Dos 25 minutos da partida até o fim do primeiro tempo, o São José foi mais perigoso e teve três oportunidades. Duas delas com Janderson, uma inclusive sem goleiro e salva pelo meia Soares praticamente em cima da linha.

A outra jogada individual foi produzida pelo meia-atacante Levi, que deu trabalho para o sistema defensivo do Sampaio.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Sampaio voltou mais ofensivo, com a saída aparentemente por lesão do volante Wesley Dias e entrada do meia Eloir. Sem jogadores de marcação, o time do Sampaio tinha presença ofensiva, mas sem criatividade.

A jogada mais perigosa antes do gol foi finalizada pelo atacante Ronan que cabeceou livre para a defesa do goleiro do São José.

Aos 33 minutos, a partir do cruzamento do lateral-esquerdo João Victor e cabeçada de Joécio, sem chances para o goleiro adversário.

Mesmo com as mexidas de Dejair Ferreira, o São José não conseguiu furar o sistema defensivo tricolor e pecou ainda nas finalizações.